Self image 2016

Self image: one’s concept of oneself

Gostaria que isso tivesse saído lá em janeiro, mas não foi. Nem importa tanto, porque também não fui. Completei 32 anos de vida há dois meses, voltei da realização do meu maior sonho há nove meses só para me ver nos vários pedacinhos em que me quebrei há mais de três anos e não saber o que fazer para me reconstruir. Continuo com dificuldade em estabelecer metas e agir, a diferença é que agora aceitei que não sou uma pessoa de meta. Tenho metas. Várias. Sou perdida mesmo, não me encaixo nesse modo de vida que a sociedade insiste em dizer ser o certo, o mercado de trabalho me causa ataques agudos de ansiedade e só sei cantar que society, you’re a crazy breed, I hope you’re not angry if I disagree, I hope you’re not lonely without me. Virei uma manteiga derretida e me pego chorando com propagandas, textos, filmes e afins. Aliás, eu sempre choro quando assisto Mary Poppins. Todas as vezes. Agora mais do que quando era criança. E mais ainda depois de assistir Saving Mr. Banks – em português, Walt nos bastidores de Mary Poppins. Estou passando por uma fase de pico hormonal, tá tudo descaralhado, mas segundo análises médicas, nada fora do normal. Ao mesmo tempo, sei exatamente que caminho seguir, é aquele para onde meu coração aponta e canta. Só me falta ir.

Ps: termino essa autoanálise com esse vídeo da Harley Davidson, que é um desses que me fazem chorar. Assisti duas vezes mais cedo, e chorei nas duas. Arrepiante. Sinta daí.

A ideia do ‘Self image’ é do Eric Schneider.

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

2 comentários em “Self image 2016”

  1. Vim dar um oizinho pra dizer que além de seguir o blog de outros tempos, agora tô assinando sua news tbm e adorando ❤
    e, apesar de ter lojinha e tals, muita coisa fico "ué" nessa correria louca que é o mercado de trabalho.

    bjo bjo
    Re

  2. Ai Rê, que delícia seu comentário ❤ é tão bom ver gente que acompanho e me acompanha há tanto tempo por aí de novo!
    Tô retomando essa vida de visitar blogs, tentando escrever mais e tal. O mundo das newsletters tem me ajudado bastante nisso.
    Beijo beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s