Viva (2010)

21 de outubro de 2010

Vamos ser sinceros, todos nós adoramos ler sobre o sofrimento alheio. Nem tudo o que é belo é bonito, veja só. Agonia. Ansiedade. Tristeza. Falta de algo. De alguém. Para que escrever sobre o que se tem, não é mesmo? Está tudo lá, parado, te olhando e sorrindo pra você. E você fica tão feliz de ter aquilo tudo que só de admirar já se sente satisfeito. Usar pra quê? Vai gastar. Vai perder a graça e vou me cansar logo. É. Melhor deixar ali. Quietinho. Aquilo tudo. Tão lindo! Passo os dedos pra poder sentir. Ah! é de verdade. Eu te-nhô. Você não te-êm. Ah é, não vou usar. Inveja, né? Olho gordo murcha. E aí você, eu, nós, todo mundo, a gente guarda. Dentro de algum lugar. Aquele que te parece ser o mais apropriado. Feche bem fechadinho pra não ter perigo de escapar. Guarde bem guardadinho, pois um dia você vai precisar. De sentir. Ver. Pensar. E quando precisar, abra bem aquele armário caixa cômoda gaveta, bem lá no fundo de seu ser… e veja só: você achou a VIDA!

21 de dezembro de 2015

Por falar nisso, aproveitem pra ouvir essa lindeza cheia de vida:

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s