Self Image 2015

6 de janeiro de 2015

Self image: one’s concept of oneself

Eu era a imagem do que fui em várias vidas. Agora sou um reflexo delas. Estou a pouco menos de três meses de completar 31 anos e as únicas certezas que tenho são daquilo que não quero. Estou realizando o maior sonho de minha vida e ainda não sei direito pra onde ir. Também tenho dificuldades em estabelecer metas e agir. Não fui uma boa leitora nesses últimos dois anos, mas livros ainda me fascinam. Ainda sou capaz de perder completamente a noção do tempo em livrarias apenas olhando os títulos de livros e sair sem comprar nada, mas sentindo que li o mundo sem abrir uma página sequer. Aprendi a aceitar mais os outros, mas ainda não me abro como gostaria. Me tornei muito mais tolerante e decidi não deixar o lado negativo pesar mais. Ainda não vi neve. Nem consegui me libertar de todas as amarras. Castelos continuam sendo minha paixão e minha certeza de que já vivi nesse mundo; até agora só visitei um. Castelo, não mundo. Pode ser que esteja me apaixonando, há rumores e tremores. E continuo a me apaixonar todos os dias pelo céu de Dublin. Não sei pra onde ir, mas sei que estou quase onde devo estar. Seguindo em frente.

Vi a ideia no blog da Milena e resolvi fazer o mesmo 🙂
A ideia original é do Eric, no canal dele no YouTube.

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.