Primeiras Impressões

 Ou simplesmente, fragmentos de um diálogo com Clarice.
Sim, eu já havia lido Clarice Lispector antes, mas eu não havia entendido. Há tempos venho querendo deixar de lado essa mania de citações e frases espalhadas pela internet, e realmente entrar em contato. Talvez nunca venha a entender essa coisa toda que gira em torno das palavras de Clarice. Ainda não digo que entendo, só que agora posso dizer que senti. SENTI. Aquilo sobre ter três pernas, uma extra para te apoiar. Algo sobre ela te atrasar também? e algo mais sobre viver não ser relatável. Eu tinha me esquecido de toda a densidade contida nas palavras Lispectorianas. Naquela época em que as li pela primeira vez, não me lembro exatamente quando, mas já devem caminhar pra cá uns dez anos; naquela época eu não podia entender. Eu estava inerte, pouca coisa realmente me fazia sentir. Eu havia morrido para a vida. O bom é que a vida continuou insistindo em viver aqui dentro do meu peito, até eu renascer para o meu sentir demasiado.
E aí, hoje, pela primeira vez li o primeiro fragmento de “A Paixão Segundo G. H.”, e tive de parar algumas vezes para respirar pensar sentir. Senti meu peito cheio de tanta, tão cheio de, que simplesmente tive de parar para sentir. Refletir. Viver é isso, Clarice? Respirar pensar sentir refletir, assim sem vírgulas? Sabe, no meio disso tudo vivo batalhando para simplesmente agir. Aí sim. Sei que vivo e estou vivendo.
Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

11 comentários em “Primeiras Impressões”

  1. Não tenho o que comentar moça… Fico contente pela sua descoberta e impressões; mas eu particularmente… NÃO SUPORTO Clarice Lispector!

    Beijo.

  2. Clarice tem as palavras certas quando parece não haver nenhuma mais.
    Profundidade, verdade… ela é um misto de coisas.
    Falava sobre o que ninguém dizia, mas sentia.
    E viver é isso.. agir.
    Muito bom seu post 😀

  3. A primeira vez que li Clarice, foi com A Paixão Segundo G.H.
    Por nada entender, desisti. Eu tinha doze anos.
    Voltei com Felicidade Clandestina, Onde Estivestes de Noite, entre outros. Apaixonei-me.
    Clarice é uma redescoberta constante. Mlhor é tê-la.

  4. Na verdade não entendi se você gostou ou não dos primeiros parágrafos da paixão segundo g.h., só te digo que é um livro do qual gosto bastante, apesar de clarice sempre ser densa, e eu ter lido quando era nova e não tinha meia mentalidade que tenho hoje…
    espero que se encontre nela (:

  5. Bem, li outra vez, e peço desculpas, provavelmente eu me distrai no meio das tuas linhas: você se encontrou em Clarice.

    Desculpa, eu sou uma mula.

  6. Mto bem, Carolina! Às vezes, temos q ler uma obra pela segunda (às vezes terceira…) vez para q a entendamos bem! Às vezes lemos a obra numa época de nossas vidas em que ainda não temos cabeça para entendê-la, ou a lemos numa época em que ainda não vivemos o q está lá na obra. Isso faz, pode fazer toda a diferença. Tenha um ótimo dia! 😉

  7. ler clarice é tomar um banho da realidade dos sentimentos.

    forte, revelador e amacia a alma.
    é bom ouvir clarice. muito bom.

    leia o livro dos prazeres
    e a hora da estrela.

    bjsmeus

  8. Eu já conhecia Clarice Lispector pelas citações em excesso que temos na internet. Só ano passado fui lê-la pela primeira vez. Li a “A Hora da Estrela” e gostei muito. A cada frase dela, eu conseguia exprimir um sentimento diferente.

  9. Eu nunca li nada da Clarice além dos trechos de livros que as professores de português passavam na escola. É com vergonha que admito isso hehehe Gostaria de dedicar um tempinho para pegar um livro dela e descobrir o que tem de tão interessante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s