Você bem sabe

Discordo. A relação existe. Sempre existiu. Sim, ainda falta uma grande parte do real, físico e mais aquilo tudo, mas os sentimentos todos estão aqui. Aí. Me distraindo além da conta, me fazendo rir sozinha. Me fazendo sentir sozinha. Você bem sabe. Meus sentimentos são livres para chegarem até aí, até onde você quiser. Vem aqui me ver? Só pra eu poder te abraçar amar querer desejar chorar odiar amar. Sentir isso tudo de longe me faz sentir pesada. Até errada. Sabe, o drama contido aqui foi culpa de Camões. Dele e dos versos recitados por minha professora. Os Lusíadas são uma batalha… no mar. Mas aquele mar não era de sentimentos. E não há deuses me auxiliando. Parei com a poética. Ontem eu estava morrida. Sabe? De matada. Meu braço ainda dói. Bastante. Culpa daquela vacina. Levantei da cama pra vir pra aula, mas meu corpo estava pesando uma tonelada… e meia. Me arrastei até o banheiro, voltei, deitei e dormi de novo. Não sonhei com você. Aliás, não me lembro com o que sonhei. Deve ter sido algo fantástico. Meu segundo sono sempre me traz sonhos fantásticos. Nem sempre no bom sentido. Mas esse resto todo é bem real. Você bem sabe.
E agora tudo ficou sem graça. Isso aqui. E os anteriores… é, de longe eu tendo a me sentir idiota, mesmo que não seja. Só sei que não importa o quanto o curso das coisas e sentimentos mude, rivers always reach the sea… já cantava o tio Plant.

Sim, eu sumi. Falta de internet, paciência e tempo. Aparecerei em seus respectivos blogs na medida do possível.

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

9 comentários em “Você bem sabe”

  1. Os sentimentos sempre são livres. Eles voam até qualquer lugar sim.
    São eles que roteirizam nossas pegadas. Mas tem momentos que nos afogamos. Não sei se é como o curso vai mudando ou por causa dessa dialética que fazemos ante nós mesmos.

    De longe, podemos sentir. O sentimentos sempre vão existir.

    Beijocas Carólda.

  2. CArolina.
    Mais um texto intenso. Gosto desta sua marca, tem uma palavra que caracteriza isso, mas eu esqueci agora…
    Este, em especial, deu vontade de interpretar. Daria um belo monólogo.
    Gostei muito!
    beijos

  3. Sentir é a maior delícia e a maior dor. E às vezes é tanto, que o melhor é inexistir. Pelo menos um dia. Pra depois ir, inevitavelmente, encontrar o mar.

    Gostei da intensidade do post de cima. 😉

    Beijoca, flor

  4. “ainda falta grande parte do real, físico e mais aquilo tudo, mas os sentimentos todos estão aqui”.

    vc não poderia ser mais clara e verdadeira. adorei 🙂

    bjuxx!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s