Ácida(mente)

Hoje acordei extremamente ácida. Como há muito tempo não acontecia. Temamos todos. Meu estômago ardia. E ainda arde. Depois que acordei, a primeira música que coloquei foi Whiskey In The Jar com o Metallica. Digna de quem anda gostando mais de encher a cara ultimamente. Mas vejam bem, não é encher a cara e fazer putaria. É só encher a cara. E rir. Rir da vida. Afinal, se ela adora tanto rir da minha cara, por que não rir da dela também? Depois veio Nirvana e Kurt Cobain com toda sua acidez. Ela corrói qualquer coisa bonita que queira mostrar sua carinha feliz por aí. Acho digno. Coisas bonitas nem sempre são bonitas. Vejam bem.
Não sei se foram os sonhos. Ou os pensamentos quentes. Aliás, sou eu, minha TPM, ou tudo está extremamente quente? Eu, você. Eu gosto de calor. Coisas quentes me dão ânimo. Ou não. Andar pela avenida até chegar na minha casa depois do bandejão é triste. O calor do asfalto sobe, enquando do céu só desce. Calor. Roupas leves e frescas. Mesmo assim o suor escorre pelas minhas costas. Você passa na rua, os predero de plantão soltam suas clássicas. Oi, gatinha. Oi, delícia. Sua mãe, filho da puta!
Foo Fighters é digno, mas não ácido o suficiente. Outra música, por favor. Ah, interromperam meu whack for my daddy-o. Ironicamente, é meu pai. Mas sem whiskey in the jar-o. É minha conta de celular. Que chato. Abri-la-ei… e o valor é R$207,52. PUTAQUEOPARIU! Queridos, só se for a mãe de vocês ligando pro puteiro. Nunca que eu gastei isso tudo. Mais dor de cabeça. Como se a TPM não bastasse. E todo esse calor. Essa acidez. Vou derreter.

Agora vou ali me preparar pra curtir um show de um dos melhores covers do AC/DC do Brasil, enquanto amanhã meus amigos vão ver o show da banda oficial em São Paulo. Que peguem fogo!

Gimme fuel
Gimme fire
Gimme that which I desire
Uh
Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

24 comentários em “Ácida(mente)”

  1. “É minha conta de celular. Que chato. Abri-la-ei… e o valor é R$207,52. PUTAQUEOPARIU! Queridos, só se for a mãe de vocês ligando pro puteiro. Nunca que eu gastei isso tudo”

    RI ALTO. RI MTO.
    é sempre uma delicia passar aqui e ler coisas tao profundas, e ao mesmo tempo tao comicas…

  2. ATÓRON acidez, ironia. Mas não sarcasmo. Palavra feia, não vou com a cara dela. 😉
    Ah, a tua operadora também rouba? A minha é mais ladra, ever.

    Saudades mesmo de vir aqui. E agora, ó, meu link novo tá aí. Demorei mais cheguei. Deixei o melhor por último, (L)

  3. Preciso concordar: Nirvana é bem ácido. E, definitivamente, Foo Fighters não é ácido o suficiente para mim também.

    (www.pollyok2.zip.net)

  4. Fiquei revoltada aqui, porque não tive nem cover nem original do AC/DC pra mim… mimimi..
    HAHA adorei o teu texto. Eu ri de algumas partes e senti MUITO calor ):
    Voce passou o calor pelas palavras, sua má. D:
    haha

    beijos. 🙂

  5. Puxa, mudou tudo por aqui. E, sabe, concordo quando vc diz que coisas bonitas nem sempre são bonitas. E o Kurt eu meio que dispenso, sei lá, não é o meu tipo de beleza.. mas Metallica tem tudo a ver comigo.

    Beijo.

  6. oi carol!
    tudo bom?
    já se desintoxicou? tirou a acidez deste corpinho? não adianta, né? às vezes tem dia que a gente acorda com a pá virada e não adianta querer mudar! tem que deixar passar, ouvir metallica, foo fighters (que realmente, não é raivoso o suficiente), AC/DC, etc. e esperar pelo próximo dia! ^^
    espero que o show tenha sido ótimo!

    beijocas!!

  7. Já disse que acho bacana o modo como você escreve.
    Não tem frescurinhas!É intenso! Na cara! Incomodando ou não a quem lê.
    Amo!

    Beijos Carolda!

    P.S.:Seguindo teu blog.

  8. Carolda, pode ser até um pouco egoísta da minha parte, mas particularmente gosto dos seus textos “ácidos”, eles quase colocam para fora a minha própria agressividade contida.
    Viajei muito? Normal! haha
    Um beeijo!

  9. Quando minha conta de cel vem isso eu comemoro. :p
    Tem dias que a gente acorda estranha, de mau humor, ácida; mas nada como um dia após o outro, não?
    Bjitos!

  10. Como sempre, adorável essa mistura que você faz, sempre tão coesa, de sentimentos, cotidiano, aleatoriedades, música…
    Não curto AC/DC, mas imagino o ódio que deve estar sentindo por não estar no show, The Killers tava aqui esses dias e eu sucumbindo em casa de raiva.
    beijos

  11. 🙂 adorei o post e sua acidez..
    tem dias que a acidez é algo bom…pq doce enjoa.

    e se permitir chutar o balde e erguer o som é a libertação dos demônios para que eles bailem com a gente…
    rs

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s