… desde a madrugada de Domingo passado, na porta de casa. Entrei e ainda te sentia da cabeça aos pés, como se ainda estivéssemos abraçados. Então veio ontem… me joguei. Hoje fiquei o dia todo leve, mas de uma maneira estranha. Eu sou meio cismada e espero demais de tudo e de certos alguéns. Daí veio você todo irresistível e foi tudo que eu esperava. Mas não adianta, tudo que eu disser sobre a noite de ontem vai ser brega. Te agradecer por aqueles momentos intensos seria o cúmulo da carência.

E cá estou eu me sentindo como uma adolescente de 15 anos, sem saber como lidar com essas coisas. Se é que existe um jeito certo. Se ele existir, eu vou fazer errado só pra ficar do jeito que gosto. Já perdi a conta de quantas pessoas me disseram (eu mesma, inclusive) que eu preciso pensar menos e agir mais; me jogar mais. Mas e esse meu lado racional que sempre grita alto e me faz perder o rumo? Tomara que morra. Eu já ouvi e não vou obedecer. Agora pode parar de gritar.

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

11 comentários em “…”

  1. Se é que existe um jeito certo. Se ele existir, eu vou fazer errado só pra ficar do jeito que gosto.

    Bom sentir o gostinho do errado só pra sair um pouquinho da previsibilidade.

    Beijo, Carólda
    :*

  2. É assim que se fala, Carol!
    Se jogue sem medo de amar, viva os momentos intensamente, porém sem culpa ou criando expectativas demais. Deixe tudo fluir aos poucos, flor. Naturalmente.
    É bom ser adolescente de vez em quando e fazer as coisas que gostamos, sem pensar nas possíveis consequências que virão depois.
    Se bem que amar não tem consequências.
    Tenho certeza que tudo vai dar certo, e seu coração que já está cansado, vai voltar a respirar em paz.
    ADORO-TEEEEEEEEEE

  3. E sobre razões e lógicas constantes aprendi a fazer pirraça. É que nem sempre somos obrigados a segui-la.

    Deixa o coração guiar, Carol. E ser feliz! Sim? 🙂

  4. Eu ainda digo que você deveria se jogar, enquanto isso não acontecer, não adianta. Você não vai ficar em paz. Ainda que seja pra dar merda no final, mas pelo menos você não vai ficar com algo na sua cabeça te perguntando “e se…?”
    beijos

  5. boa sorte pra você ao ignorar seu lado racional, eu já tentei muito, jamais consegui.. quem sabe um dia, né?
    Quanto a esses momentos, vivê-los e depois revivê-los na memória.
    Um beijo!

  6. Manda o lado racional calar a boca, ele é completamente dispensável. Vive, sente pulsa! Seja adolescente, seja tudo que você precisar ser, mas não deixe de sentir. Dói, de alguma forma, sempre dói, mas na maioria das vezes, essa dor sempre vale a pena. Que essa paixão te inspire a ser mais louca do que você já é. Porque os loucos que sabem viver, como diria Caio F., “Deixe que a loucura escorra por tuas veias”.

    Um beijo, menina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s