Daqueles sentimentos sentidos

Há dias eu venho tentando conseguir manter minha mente frenética em ordem pra ver se sai algo decente daqui, mas infelizmente isso não aconteceu. Há dias que eu tenho uma quase certeza que joga todos os meus sonhos apaixonados num buraco fundo, bem fundo, mas mesmo assim eles conseguem dar saltos e chegar à superfície novamente, mostrando suas carinhas felizes para mim. Eles me olham e dizem que a esperança é a última que morre. Mas daí eu paro e penso nesse tempo todo que passou. Penso em todo aquele mar de sentimentos que muitas vezes quase me tirou de órbita; em toda sua mania de ignorar qualquer coisa quente com sentimentos que se aproxime de você… e tenho vontade de pegar todos esses sonhos e pular dentro do buraco com eles. Chegar até o fundo e enterrá-los ali mesmo, cruel e friamente. Com minhas próprias mãos. Mesmo que para isso eu tenha de travar uma luta aparentemente interminável contra eles e sair de lá toda suja e esfarrapada. Exausta pela luta e com a maquiagem borrada pelas lágrimas derramadas. E depois subir de volta até a superfície e respirar digna e levemente. E tristemente. Porque sabe, estar apaixonada deixa a vida mais leve. Por mais que eu odeie me pegar toda besta pensando em momentos-amor, sentir me deixa mais leve. Por mais pesados que esses sentimentos sejam, ainda assim é com eles que consigo voar sem medo nenhum. Não ligo se de repente me esborrachar no chão e me quebrar em mil pedaços. Depois que voltei a sentir, me sinto forte o suficiente pra me reerguer e colar cada pedacinho de volta em seu devido lugar. E deixar de lado aqueles cacos que não se encaixam mais e que já não fazem mais parte de mim.

A vida sem sentir não faz o menor sentido. Eu estava parada, indo para lugar nenhum, sem lembrar de quem eu realmente sou e sempre fui. E então veio você. Mesmo que você diga que não é assim, que eu perdi tempo esperando por algo que não vem, eu não ligo. Vou ser sempre grata porque você me fez sentir de novo. E isto, meu caro, foi um grande feito. Fazer com que eu me apaixonasse novamente me lembrou que as coisas bobas do dia a dia também valem a pena. E sabe, para mim idiota é quem não sente, quem tem medo de sentir. Por mais que você não me queira e que eu deixe de te amar, e depois ame outro e outro e mais outro, vou ser feliz porque voltei a sentir de novo; e pude ver aquelas carinhas felizes e sentidas novamente. Elas com certeza fazem os dias e a vida serem mais leves.

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

18 comentários em “Daqueles sentimentos sentidos”

  1. 'Vou ser sempre grata porque você me fez sentir de novo.'

    Nossa! parece que foi feito pra mim (ou por mim) esse texto…
    Adoooorei! de verdade… vc resumiu mto do que eu tb tenho sentido ultimamente…
    Infelizmente nem todo amor é reciproco… mas ele nao deixa de ser amor…

    Beeeeeeeijo!

  2. São as conclusões que a gente chega. Maravilhoso, sei, voltar a sentir, mesmo que eu esqueça, mas… Você foi longe no pensamento, hein?
    Beijos.

  3. Olá, primeira vez minha aqui *-* Achei por acaso seu blog e adorei ! Sempre que der eu vou voltar por aqui 😉

    beeijos :*
    – estou te seguindo ;D

  4. Eu estou tentando parar de depender tanto de “inspiração” pra escrever. Tô começando achar que criatividade é lenda urbana.

  5. Eu penso que a esperança é a última que morre. MAS MORRE! E no meu caso ela já morreu inúmeras vezes, mas sempre tem forças para renascer. Sei lá, coisa minha.

    E o texto, ficou lindo. Um dos mais bonitos daqui! :*

  6. “Não ligo se de repente me esborrachar no chão e me quebrar em mil pedaços. Depois que voltei a sentir, me sinto forte o suficiente pra me reerguer e colar cada pedacinho de volta em seu devido lugar. E deixar de lado aqueles cacos que não se encaixam mais e que já não fazem mais parte de mim.” *ADOREI*! Lindo, lindo! é sempre bom ler mensagens assim… 🙂

  7. ” para mim idiota é quem não sente, quem tem medo de sentir”-> emobra eu seja meio idiota/medrosa nesse sentido, concordo totalmente!!!

    (www.pollyok2.zip.net)

  8. às vezes a vontade é mesmo de entrerrar os sonhos e deixá-los lá pra morrer. No entanto, a verdade é que são eles que dão sentido á vida. Estar apaixonada muitas vezes dói, mas dá rumo e sentido á tudo, e faz preencher o tempo atoa com pensamentos bobos de futuro, sem os quais nada parece ter graça.
    Beeeijo!

  9. a vida é tão cheia disso, né?
    altos, baixos, alegrias. tristezas.
    tudo faz parte do pacote.
    e eu já me acostumei com isso.

    beijo, Caroldaa

  10. Carol minha filha aqui é Marcela do Mahjestic. Voltei. O blog é outro mas a essência é a mesma (reclamando de tudo hauahuah) saudades daqui!
    beijos, carólda ahuahua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s