Ácida

Eu já deveria ter imaginado que hoje acordaria assim. Ácida. Tomei meu amado vinho tinto seco ontem à noite e depois meu estômago fez uma revolução. Era queimação pra tudo quanto é lado. Alôu? Era um Malbec, querido. Não entendi a reclamação. Você costuma gostar de argentinos. Mas tudo bem, hoje não vou tomar aquele resto da garrafa, só em consideração à você. E quero que guarde bem isso pra quando eu resolver tomar um porre.
Então, daí que mais cedo eu disse por aí que escreveria um texto sobre minha cã. Porque ontem eu assisti Marley & Eu e chorei litros no final. Porque fui dormir com um nó na garganta e de cara inchada, e acordei com uma sensação de vazio. Passei o dia com um aperto no peito… pensei várias vezes em sentar aqui e botar tudo pra fora, mas me autosubornei (?) e não consegui.
Então, daí que agora não dá mais. Porque estou daquele jeito. Culpa do cochilo longo de hoje à tarde. Daquele sonho quente que me fez acordar morrendo de calor. Mesmo com o friozinho que fez aqui o dia todo, acordei suada e joguei meu edredom pro lado.
Desde que acordei tô com vontade de falar besteiras pra alguém(s). Não é pornografia, bandiputo. É besteira. E besteira não implica necessariamente em pornografia. Assim como sonhos quentes. Eu poderia muito bem estar correndo debaixo de um sol escaldante, ué.
Está tudo nas entrelinhas. Supostamente. E deixo claro desde já que putaria não é comigo. Só besteira. Besteirinhas. Veja bem.
Porque quando estou ácida, fico deprimentemente irônica. E sarcástica. Irônica eu sempre acabo sendo, a parte deprimente costuma vir junto com a acidez. E com ela às vezes bate mal-humor. Tenho vontade que todo mundo morra e que eu reine absoluta. Mentira. Mas mando morrer. E pegar fogo. Planos de aniquilação em massa e tortura são arquitetados em minha mente. Mas sem sangue. Porque eu não sou sanguinária, apenas ácida.
Isso mesmo, muito bem. Finja que eu não existo. Me ignore. Me faça sentir o último ser da face da Terra. Agora broxe. Com x ou ch, tanto faz. A ideia é a mesma. Ou não? Broxar ou brochar, eis a questão. Agora dá licença que vou ali tomar no cu. Figuradamente. Não literalmente, porque no meu ninguém mexe. Ninguém, veja bem.
Você riu? Eu não. Vai ver a ideia não era a mesma.

 

PS: É nessas horas que eu percebo o quanto as pessoas que me cercam me amam. Porque, oi? Como minha irmã costuma dizer, só amando muito pra aguentar.

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

14 comentários em “Ácida”

  1. Se você sente, menina, o resto, é resto. Que bom que curtiu meu cantinh. Mas vamos falar do seu. Digamos, que eu também me identifiquei (exageradamente) contigo. Humor ácido, sarcasmo. E o fato de você não estar nem ai pro que os outros pensam, me deixou bem a vontade aqui. Vamos tomar um Malbec qualquer hora? Mas suave, o seco maltrata meu estômago 😛
    Até, Carol 😉

  2. Legal você não reprimir as suas palavras.Por talvez receio da opinião das outras pessoas.
    Talvez já tenha dito isso,mas gostei muito do seu blog.

    Beijocas pra ti!

  3. Não há cubo de gelo que não derreta.

    “Porque fui dormir com um nó na garganta e de cara inchada, e acordei com uma sensação de vazio”
    Isso sempre acontece comigo.

    Beijos

  4. Não sei. Acho que ficou meio confuso vc começar o texto dizendo que chorou em bicas pelo filme e terminar falando em desejar que todo mundo morra. Daí eu pensei em mim. E me identifiquei. Enfim, nós, mulheres.

    Beijo

  5. Acho que todo mundo tem sempre alguma coisa pra perguntar ou dizer a alguem. Alguns mais do que outros, acho que é meu caso rs

    Mas enfim neh!

    Adorei o texto!
    acho q todo mundo tem um diazinho em que somos meio ácidas…
    =p

    beijo! =)

  6. Oooi.

    Retribuindo sua visita!! E adorei seu blog tb!!!

    Hoje eu que estou ÁCIDA, ou melhor, fiquei ÁCIDA há 30min atrás, quando descobri via orkut, que meu ex será pai!!! Como assim??Ele planejava isso comigo!! Tudo bem, terminamos já tem quase 8 meses, ele já namora outra, mas ele ainda reaparece de vez em quando pra dizer que não me esqueceu!!! Homens todos iguais!!! Que se mantenha longe de mim pra sempre!!!

    Uiii desabafei sem querer por aqui!!!

    Adorei os textos, e estarei sempre aqui.
    Beijoo.

  7. As vezes sou tomada por essa acidez e quero que todo mundo morra e pegue fogo. Tenho até que te agradecer, roubei essa expressão daqui dos seus posts, e é tão libertador dizer isso aos outros, haha!
    beijos

  8. Nossa, Carol, deu pra sentir muito bem a sua acidez na hora de escrever esse post! uheuhehue. Acho que vc nunca tinha dado tanta “cor” ao seu texto.
    beijos

  9. “Tenho vontade que todo mundo morra e que eu reine absoluta. Mentira. Mas mando morrer.” .. ah adorei.
    voce exorciza muito bem o que tem ai dentro.

    ps: marley e eu faz qualquer um chorar litros.

    vlw a visita 😉

  10. Tenho medo de assistir Marley & Eu e chorar litros…E quando fico deprimentemente irônica, sai de baixo também!

    (www.pollyok2.zip.net)

  11. Você escreve divinamente bem, Carol. E o melhor, você fala o que todas nós queríamos falar, mas nos falta coragem. Amo seu blog e a sua personalidade.

    “Isso mesmo, muito bem. Finja que eu não existo. Me ignore. Me faça sentir o último ser da face da Terra.''

    esse trecho tem tudo a ver comigo. Comigo e com um carinha ali, que do nada sumiu da minha vida. Aham, sem aviso prévio ou carta de despedida. Nada. E agora tem um buraco no meu coração. Um vazio, assim como você citou no início do texto. Eu também sou bem ácida às vezes, sabe ;x

    beijão flor

  12. Curti o post! e acho que todo mundo passa por dias assim…pelo menos todas as mulheres! hehe! E quanto ao Marley & Eu, vc foi corajosa em assistir..ou eu que sou medrosa de não querer assisti-lo? Enfim, essas coisas de cachorro me deixam mto sensivel… 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s