"Feche a porta e divirta-se!"

Então, daí que falei sobre portas e caminhos no meu último post… né? E hoje recebi um comentário digno de meu apreço: “Feche a porta e divirta-se!”
Em poucas palavras disseram – alguém que provavelmente não sabe nada sobre esse mar de sentimentos que corre aqui dentro, que nem me conhece – o que eu venho tentando fazer há algum tempo. É, deixar tudo aquilo o que sinto por aquele ser de lado.
Já venho me questionando se é isso tudo há algum tempo, e inclusive já comentei o fato por aí… preguiça de procurar onde foi. Toda essa distância e dois anos passados me deixam com preguiça de pensar nas ondas que cismam de se quebrar aqui dentro e me desconcentrar nas horas mais indevidas. Cansei. E é sério, sérião… e triste.
Esse mar, muitas vezes revolto, desorganiza meus pensamentos e os espalha por dentro de mim… então eu o sinto em cada pedacinho do meu corpo e tudo faz sentido. Sinto uma paz enorme. Por mais que eu me estresse, fique com as pernas bambas, a boca seca e o coração disparado pela maior das besteiras, tudo acaba voltando ao normal. Por mais que suas palavras ácidas e muitas vezes amargas me façam sentir frio, ainda assim me sinto bem. Porque eu sinto. E sentir me faz bem, seja lá de qual maneira for.
Muito do que sinto e ainda me permito sentir é talvez submetido à minha teimosia. Para o meu bem, eu só quero deixar o que sinto de lado até quando for necessário. O problema todo é que eu não posso e nem quero parar de sentir. Não mesmo. Não sem antes poder compartilhar tudo com ele. Da maneira que eu quero, dá licença! Eu mereço, e ele mais ainda.
Tenho certeza de que quando esse dia chegar, vai ser tudo bem diferente do que imaginei. Mas não me importo, o importante é ser, acontecer.
E a porta irá se fechar, mas só quando você estiver inteiramente aqui dentro.
Come break this skin, I’ll let you sink right in
And show you everything…
See you in hell.
Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

4 comentários em “"Feche a porta e divirta-se!"”

  1. Um desabafo com sentimento intenso, acho que depois de ler tudo isso, acho que a melhor maneira, e deixar o tempo passar, e ver se as coisas se resolvem… mesmo sabendo, que o tempo é o melhor amigo da saudade, e saudade, nem sempre é nosso amigo.

  2. Não sei se entendi muito bem o que você quis dizer com esse post, mas te desejo força porque sei que passar pelo que vc passa não é nada fácil.
    beijos, Carol!

  3. Ai, Carol você e esse amor louco. Eu sei bem o que é querer esquecer uma pessoa e no fundo não querer. Ela só vai embora no dia que seu consciente e seu subconsciente quiserem que ela se vá.
    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s