Pasárgada, oi?

Acabei de digitar “Pasárgada” no meu amigo Google, depois de reler meu post anterior. Tinha lido o poema há alguns anos e esqueci quem era o autor. É, deu branco, acontece nas melhores famílias. Meu amigo Manuel Bandeira há de me perdoar pelo deslize.
Enfim, depois de reler o digníssimo, cheguei à conclusão de que Pasárgada não deve ser lá tão legal. Não para mim. Ser amiga do rei com certeza é bem legal, mas namorar prostitutas bonitas não é a minha praia. Muito menos ter as mulheres que quero, na cama que escolher. E os homens, para onde foram? Não conheço nenhum que me faça ter vontade de subir num pau-de-sebo, nem se a recompensa for muito boa. Veja bem.
E você, onde está? Tomando um banho de mar? Isso dá pra fazer! Se dá! Eu daria. Ao som de Led Zeppelin a coisa flui, se é que me entende. Escute bem, vou colocar a Kashmir pra tocar no último volume e te polparei algum trabalho, já que a música em si já é orgásmica pra mim. Me causa arrepios incontroláveis. Ouviu bem? Eu estou ouvindo, mas apesar de estar com os volumes do computador e do headphone no máximo, ainda não foi o suficiente. Que coisa. Aliás, nem é difícil imaginar o tio Plant tendo orgasmos… mas relaxe, eu não sou tarada por tiozões do rock. Acho que abriria uma exceção para o Steven Tyler fácil, fácil, mas aí já é outra história.
Onde eu estava? Ah sim, a Ten Years Gone já está rolando há algum tempo, quase acabando… mal percebi. Se não fosse você me dizendo pra prestar a devida atenção nessa música, talvez morreria sem saber o quanto ela é linda. Sérião. Aliás, se não fosse você me fazendo prestar atenção em várias coisas, nada faria sentido e eu não estaria onde estou hoje. Nem teria voltado a ser eu. Mas o eu que digo é aquela que nasceu comigo, na raiz, e que se perdeu por aí ao longo dos anos, sabe-se lá por que diabos.
Não, Pasárgada não é o lugar para onde irei quando eu estiver triste, triste de não ter mais jeito… e sentir vontade de me matar. Manuel Bandeira que me desculpe. Se for pra morrer, que seja de você. E pode ser aí na sua casa mesmo, ou então naquela praia linda. Não, TEM que ser naquela praia linda. Claro, tudo muito regado a vinho tinto seco, este eu não dispenso.
Morrer de você. Que coisa mais poética, não? Ao som de Dazed And Confused ao vivo mais os gritinhos e gemidos de Robert-orgasmo-Plant, tudo fica mais lírico.
Mas só pra quebrar o lirismo, antes de morrer de você, eu te mato.
Ah! se mato.

 

Anúncios

Autor: Carolda

Carolina. Canhota, 32, já vivi outras vidas em castelos.

10 comentários em “Pasárgada, oi?”

  1. Adoro esses seus posts onde você vai escrevendo o que passa na sua cabeça… Já tentei escrever alguns assim e eles nunca ficavam bons!
    beijos

  2. Moça de bom gosto musical, inegável. E eu vejo que não sou a única que diz “o Steven Tyler é o único velhão que eu pegava fácil”.. hahah

  3. Namorar prostitutas (bonitas ou feias) também não é a minha praia, hahaha.
    Acho que eu não abriria exceção pra nenhum tiozão, nem do rock nem de fora dele.
    Não quero morrer de ninguém. Sei lá se quero viver um amor louco assim.

  4. Verdade, amiga! Pasárgada não é nenhum pouco atraente, quer dizer é, mas como vc disse, namorar prostitutas bonitas está longe do meu idela de lugar hauhauah e eu tbm pegaria o Steveennnnnnn!!!Até pq o Plant tá acabadão.
    “Mas só pra quebrar o lirismo, antes de morrer de você, eu te mato” Adorei essa parte!
    beijos!

  5. Carol, adoro demais os seus posts [25471359]
    Mas é sério, como a Luh disse, você escreve o que vem na cabeça, e consegue relacionar tudo no final, muito bom!
    E engraçado, sempre quando falam de Pasárgada, me lembro da Canção do Exílio.
    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s